February 11, 2007

Esqueci de comentar, comprei a trilogia da vingança - "Mr. Vengeance", "Old Boy" e "Lady Vengeance" (o meu Old Boy antigo sumiu e agora tenho um Mr. Vengeance sobrando, alguém quer?). E meu respeito pelo Chan-Wook Park só cresce. Porque além de conseguir usar a violência como expressão de (e contra) uma cultura contida e tradicional, ele ainda faz com que ela não seja executada por gigantes musculosos com cérebros empedrados, ou mega-armas superhiperpoderosas. Violência como provocação, e não para alienação.

Assistir a "Sympathy for Lady Vengeance" traz imediatamente à mente a saga de "Kill Bill", obviamente tratada de forma muito diferente. Ao passo que na vingança do Tarantino o sangue jorra e espirra à maneira mais irreal dos filmes de samurai dos anos 60/70, no filme do Chan-Wook Park ele escorre, lentamente. A protagonista, Geum-Ja, não é menos sedenta que a fabulosa Beatrix Kiddo, mas é muito mais calculista e manipuladora. E tão stylish quanto, devo dizer.

Resolver tudo com as próprias mãos (ou as mãos dos outros), ah, que faca de dois gumes!

2 comments:

Gal said...

Perfeitos, né?
Park é um diretor fantástico! Eu tenho os 3 também. 2 em mídia para computador e OLDBOY em dvd. Adoro eles.

Beijos e namarië.

muié said...

Wow, não vi mas já gostei! \o/