April 27, 2007

Esqueci de falar, vi também "300", do Zack Snyder. Só fui mesmo porque a graphic novel do Frank Miller foi uma das melhores que li há alguns anos, e queria ver se a adaptação cinematográfica ficava à altura. E claro, por causa do Rodrigo Santoro.

Mas...

Confesso que dormi nos primeiros minutos (jet lag, gente, jet lag), mas isso não prejudicou em nada meu aproveitamento. Porque o filme não tem muito fora o aspecto visual - lindo, aliás. Soldados espartanos com sotaque britânico, sangue espirrando em slow-motion, sépia all over. Mesmo a brilhante estratégia de Leonidas nas Termópilas ficou obscurecida pelas cenas de "bravura" (gritos, falas declamadas, tanquinhos suados). E aquela rainha, meudeusdocéu. Com aquela voz de taquara rachada e aparência frágil, vai impor respeito onde?

Eu queria ter gostado. Mas não gostei.

2 comments:

Antonio Fontelles said...

Oi Anna,
Não vi 300, e acho que nem vou ver mesmo...
Peguei o teu comentário no meu blog, que legal que vc gostou... vamos ver se eu me acostumo com esta onda... mas meus textos ainda estão muito longos, ainda tenho que encontrar a medida certa. Devagar eu chego lá, he he.
Beijo, A.

Gal said...

hahhahahaha Eu gostei do filme, mas devo admitir que foi muito mais pelos 300 homens maravilhosos, além de Santoro, do que pelo filme em si.

Beijos e namarië.