June 02, 2007

Enfim, como eu disse antes, logo depois de eu voltar pra Amsterdam o Ricardo veio nos fazer uma visita.

(pausa para um *rofl* básico - verbete na Wikipédia??? hohohohohoho, essa bateu a da "lista dos homens mais lindos da TV por assinatura")

Pro Antonio e pra Bebete, que perguntaram, o Rico é do bem sim - que amigo meu não é? *wink*

(nunca tinha posto link pra ele, agora que achei vários coloquei mesmo, hohoho)

Como o tempo estava mais ou menos e ele já conhece a cidade, ficamos só andando por aí, batendo papo. E como era feriado, o Akira conseguiu escapar do trabalho e andar junto. Fomos ao Amsterdams Historisch Museum, que foi um passeio bem legal e informativo, ao Van Gogh (que está com uma exposição temporária ótima, sobre o Max Beckmann durante o período em que ele viveu aqui), comemos pizza no La Place, sentamos em cafés no Nieuwmarkt, vimos a exposição do Steve Bloom no Westermarkt, e ele até conheceu a Arnild e a Beth, que estavam indo pro acarajé no Café Lef com metade da população brasileira na Holanda, pelo visto(nós não fomos).

Foram quatro dias, mas passaram tão rápido! De qualquer forma, foi ótimo pra colocar os assuntos em dia. Apesar da gente ter se encontrado várias vezes nos últimos meses, são 20 anos de amizade com várias lacunas pra serem preenchidas. Agora tô esperando a Kris pra aquele papo heart-to-heart básico ;).

5 comments:

Antonio Fontelles said...

Tenho certeza de que a Bebete vai adorar o Ricardo.
Eu o odiei. Detesto gente bem sucedida na vida.
Humpft.
A.

Beth Blue said...

hehehe, Antônio está mesmo de mau-humor por esses dias! pois eu adorei conhecer o Ricardo - só não sei se a recíproca é verdadeira. realmente: os amigos da Anna são show (incluindo euzinha, modéstia à parte, rsrsrs).

Gal said...

Hahahaha
Adorei!
Poxa, ele é bonito mesmo! Me apresenta, mas só se ele for solteiro ;-)

Sim, Annix, o meu ALL STAR é uma das maiores alegrias de minha vida. Ele não machuca meus pés e é muito confortável. Mas o meu é daqueles com cadarço mesmo.

Beijos e namarië.

Arnild said...

Ricardo é um bonitão gente fina, que fala com aquele charme paulista e absolutamente low profile. Adorei tê-lo conhecido.
O acarajé estava maravilhoso, assim como o abará, e também as muitas caipirinhas que tomamos por lá. Uma festa bem ao gosto do Basílio de Ibiza, ask me later why:-))

Bebete Indarte said...

Bom, ele tem a riqueza no apelido RICO.
E li sobre ele na GNT, gostei, tão jovem e talentoso, e parece bem educado, e se a Arnild falou que era low profile melhor.
Já em SP, conheci uns mauricinhos metidos a besta, muita pose, pouca base.
E se eu fosse uns anos mais nova, hahahaha seria bem melhor. Adoro conversar com homens inteligentes.

E o que Acarajé? Restaurante(?)...mama mia, Invasão Brasileira em A'dam.

Obrigada pela explanação.