October 21, 2007

* Aqui não tem restaurante árabe. Claro, tem marroquino, turco, persa e libanês, mas o que eu queria mesmo era um dos que a gente conhece como árabe no Brasil. Que tenha quibe cru, frito e assado, hummus com pão sírio torrado, salada fatouche, esfiha, essas coisas. Mas como não tem, tive que aprender a fazer tudo isso aí. Os primeiros não são problema, mas as esfihas são the tricky part. A massa sempre sai meio de pizza, quando teria de ser um pouco mais elástica e macia. Será que usar receita de focaccia é muita heresia? Também não queria que saísse com jeito de esfiha de lanchonete, que são mais uns pãezinhos recheados do que qualquer outra coisa. Hm.

* Como a gente adora cozinhar, entrei numas de querer usar o mínimo possível de produtos processados industrialmente. Holandês definitivamente não é um povo que cozinha, não tem paladar e adora misturas prontas pra tudo (molho, pizza, purê, omelete, paella, whatever) e todo dia no supermercado eu vejo gente comprando pratos semi- prontos, e eu olho a cara daquilo e acho tão incrivelmente disgusting. Quão difícil é fazer espaguete à bolonhesa, peixe ou arroz? Eu entendo a praticidade - não suja panelas, não tem que picar cebola, etc. Só colocar a caixinha no microondas e pronto - pra quem trabalha e/ou mora sozinho deve ser uma mão na roda. Mas eu fico enjoada vendo aquelas maçarocas. Não sei nem se é bom, porque nunca tive coragem de experimentar.

Enquanto isso, eu vou tentando fazer o que dá from scratch - além da comida de todo dia, que é sempre feita com ingredientes frescos, pão e massa de pizza já faço periodicamente, e pasta está nos planos. Já descobri também que é possível fazer ricota e manteiga em casa, e dizem que quem prova o produto caseiro não quer mais saber do comercial (hippie é a vó). Claro que isso demanda tempo e uma certa habilidade, mas eu curto tentar fazer tudo uma vez pelo menos, só pra ver o resultado. Fora que ter controle de vez em quando sobre a higiene e preparação daquilo que você come é um alívio.

(mas não se enganem, eu adoro um Whopper duplo com queijo, coisas enlatadas, embutidos em geral e batata frita. Sou hipócrita and I love it)

5 comments:

Arnild said...

Putz, os caras não conseguem nem misturar azeite e sal, para temperar uma salada:-) Eu tenho verdadeiro pavor a esta comida de supermercado, mas "amo muito tudo isso" que você citou no resto do post:-)) By the way, sabe algo sobre cozinha mexicana? Estou morrendo por uma carne asada.
Besitos!
Arnild

Antonio Fontelles said...

pois eu te digo, o frango tandoori do Albert Hein até que é bem gostosinho... tento evitar a comida pronta o máximo possível, mas quando batia aquela preguiça de cozinhar eu comprava o frango tandoori que sempre dava pro gasto...
XXX/A
E eu admito, eu ADORO comer mas eu também DETESTO cozinhar.

Eu penso que... said...

Annix,
Adoro cozinhar por "prazer", não por obrigação.
Arrisco também, de vez em quando, mas ultimamente nem tenho tipo T para preparar nada especial.
Ainda estou com aquela foto do seu pão na cabeça e nem tive tempo de copiar a receita. Ele é o nº 1 na lista.
Bjs
:D

xris said...

"Como a gente adora cozinhar, entrei numas de querer usar o mínimo possível de produtos processados industrialmente." - só consigo pensar em você no mercado pegando 5 caixinhas de cada knorr... hahahahahaha

annix said...

Xris, as caixinhas são o mínimo necessário! hahahahahahaha

Vix, Nil, não sei nada de cozinha mexicana...