October 16, 2007

Uou. "The Bedroom Secrets of the Master Chefs" pode não ser o melhor livro do Irvine Welsh, mas eu gostei paca. Como resistir a uma versão escocesa punk-rock de Dorian Gray?

Numa saga que começa num show do Clash em Edinburgh, Danny Skinner tenta equilibrar trabalho, vida amorosa e alcoolismo enquanto vai atrás da resposta de um milhão de libras : quem é seu pai? Sua mãe, uma punk envelhecida que trabalha como cabeleireira, não quer lhe contar.

No meio do caminho, tromba com Brian Kibby, seu oposto e nêmesis. Magro, tímido, nerd e virgem. E arrimo de família.

Esses dois arquétipos se engalfinham em torturas psicológicas e, mais tarde, físicas também - quando, por algum motivo, Skinner descobre que pode desviar para Kibby todas as consequências de seus auto-abusos. Kibby começa então a sentir dores inexplicáveis e vê seu corpo e mente desintegrarem-se à medida que Skinner mergulha no álcool, drogas e brigas e emerge cada vez mais lúcido, íntegro e em controle de sua vida.

Claro, tudo fica meio óbvio a partir de um certo momento, mas curti as zilhões de referências - literárias, musicais, culturais e gastronômicas, misturado ao fato de nenhum dos dois personagens ser especialmente gostável ou totalmente odiável. Sem falar na parte em que se diz que Coldplay e U2 são música de elevador. Como eu posso não gostar de um livro que concorda comigo?

4 comments:

eu said...

Parabéns pela coragem de dizer que não gosta do U2. Se eu disser isso aqui em casa, acho que dá separação de corpos.Agora se eu postar num blog é divórcio na certa, e ainda arrisco perder a guarda das crianças...RSSSSS

Antonio Fontelles said...

Ué, e qual é o problema em se gostar de música de elevador? Eu GOSTO de música de elevador. Elevador sem música é uó.
Viva U2, Coldplay, Burt Bacharah, Dionne Warwick, Djavan, Ivan Lins e Sérgio Mendes!!!
XXX/A

annix said...

Pois é, Julia, U2 não vale isso tudo não, hahaha

Antonio, vc conseguiu juntar numa frase TUDO que eu odeio em música (tirando o Burt Bacharach, óbvio). Blergh!

Beth Blue said...

Pois eu amo música de elevador! principalmente se for U2 e Coldplay, hehehe...