October 24, 2007



You know what I hate? Entre outras coisas, gente que se leva muito a sério. O humor e a sátira sempre foram meios muito, muito mais eficazes de crítica social do que discursos empolados e moralistas.

"Shoot'Em Up" é tão, tão divertido e tira tanto, tanto sarro da cultura de armas, violência gratuita e filmes de ação que é imperdível. Do tipo de filme que a platéia aplaude no final.

Tem o Clive Owen esbanjando testosterona, tem a Monica Bellucci lindíssima, tem o ótimo Paul Giamatti fazendo cara de mau. Tem cenas absurdas, muitas referências e muito tiro. Tem um herói de passado misterioso, que adora crianças e animais e uma habilidade com armas sobrenatural. Tão certinho que aperta o cinto de segurança ao roubar um carro e sair fugindo dos bandidos. Tem aquele gostinho de vingança contra os babacas que dirigem cortando os carros no trânsito, que jogam lixo na rua, que bebem café fazendo barulho e estacionam na vaga reservada para deficientes. Tem ônibus que vai para "Wherever" e tem a melhor homenagem ao Chuck Jones e seu Pernalonga que poderia ser feita, com espingardas em armadilhas e vilões que não morrem nunca. Com direito à "Cavalgada das Valqúirias" de Wagner, imortalizada por Hortelino Trocaletra em português como "Mata, mata o toelho, mata o toelho, mata o toelho!". How fitting.

Assistam quando estrear aí, lembrando do vídeo acima. Nunca mais vocês verão cenouras da mesma forma. Eu garanto.

4 comments:

lisa said...

"Tem o Clive Owen esbanjando testosterona [...]"

HAHAHA

pqp! sempre BOFÃO, né?

rs

Eu penso que... said...

Também adoro o Paul Giamatti. Acho ele um ótimo ator.
Minha ficha só caiu quando assisti Duets. Ele está muito bem...
Bjks.

muié said...

Muiééééé, eu também prefiro a sátira, mil vezes, mas o emprego de um e outro (e a predominância) depende de cada curtura. No Brasil, Jonathan Swift, coitado, acabaria processado e condenado com base no Estatuto da Criança e do Adolescente por causa do "Uma Modesta Proposta".

annix said...

Bofão é pouco! Uf. El bofe.

Nossa, não lembrava do Giamatti em Duets. Ele sempre foi aquele ator que todo mundo reconhece mas ninguém sabe o nome. Ainda bem que isso mudou!

Muié, será? Eu acho que o brasileiro até tem uma grande capacidade de tirar sarro da própria situação. O que ele não admite é que alguém de fora o faça,heh.
(e quanto ao tema de A Modest Proposal, algum Casseta&Planeta ou o Laerte devem ter feito algo parecido com as criancinhas, heh)