February 14, 2008

Daí, na semana do Carnaval recebemos a primeira visita do ano. O Paulo morou aqui intermitentemente há mais de uma década, então lá fomos nós passar a semana "redescobrindo" a cidade.

A primeira parada foi o Atrium, um dos restaurantes universitários da UvA. Pra quem está no centro e quer uma refeição rápida e barata pode ser uma boa, desde que não se faça questão de uma ótima comida. É aberto a não-alunos, e tem uma boa variedade de opções : de itens para montar sanduíches a pratos quentes, bem no esquema cafeteria. As bebidas incluem sucos, ice tea e até vinho. A única dificuldade talvez seja encontrar a entrada, escondida dentro de um dos prédios da universidade (por coincidência, um dos em que tive aula).

De lá saímos andando pela Kalverstraat, uma das ruas comerciais daqui, e ficamos pra cima e pra baixo. Tomamos um espresso no Puccini. Os bombons da loja anexa são tentadores, mas o café em si não tem nada de especial. Achei meio caro (dois espressos e uma fatia de torta saíram dez euros!), e o serviço...bem, típico holandês. Lento e indiferente.

Acho que o Paulo gostou mesmo é do La Place, o restaurante da loja de departamentos V&D. Bem, ele e grande parte dos moradores daqui. E como não? Variedade de cores e cheiros, ambiente movimentado e preços razoáveis, como num mercado de verdade. Os pratos quentes são preparados na hora, por isso não espere comer logo - geralmente há filas nas estações de wok e de grelhados. But hey, it's Amsterdam. Pra que pressa? A cidade é a mesma há 400 anos, uns vinte minutos na fila não são nada.

1 comment:

Cris A. said...

Eis como um vestibulando pensa:

" 'Acho que o Paulo gostou mesmo é do La Place, o'... teorema de Laplace! Aaaah... Não lembro; oh, céus, preciso estudar.

Pois é.

xD