May 17, 2008

A história de "Be Kind Rewind" todo mundo já deve saber : todas as fitas VHS de uma locadora se apagam por acidente. Os funcionários resolvem então gravar uma versão redux caseira de cada filme, fazendo todos os papéis e usando recursos improvisados para os efeitos especiais - o que é batizado de "sweding".

O negócio é que o Gondry e todo o barato do filme são tão fodidamente visuais que palavras realmente ficam meio redundantes aqui. Portanto, o melhor mesmo é mostrar o trailer oficial E a versão "sweded" (grande sacada).





No mais, achei um puta lembrete do papel primário do cinema : entretenimento. Tudo bem, é uma mídia que foi bem usada na arte e na indústria, mas a grande força que tornou o cinema tão popular e amado é o poder de contar uma boa história, emocionar, impressionar e divertir. Perde quem diz que "só vê filme de arte" e perde também quem só vê filme-pipoca. A beleza do celulóide é poder abrigar todos os tipos de criação, som e imagem, e nos aproximar de realidades com as quais só podemos sonhar. Por que nos limitar?

3 comments:

ale said...

Ainda não tinha ouvido fala desse filme, deve ser muito divertido! Tomra que me faça rir tanto qanto ri em Saneamento Básico, nas cenas em que eles filmavam!

Lia said...

Ai, já faz um tempo que tou contando os dias pra esse filme passar por aqui, quer dizer, passar no Festival do Rio primeiro pra depois ficar duas semanas em cartaz, meia dúzia de malucos assistirem, lançamento quase direto em dvd... :D

Gal said...

APOIADA!

E esperando o filme também.

Beijos e namarië.