March 06, 2009

Acabei de ver "Watchmen". Apesar de ter lido o quadrinho atrasada, ainda assim faz uma década pelo menos, e não posso nem querer pretender lembrar de detalhes. Mas sei que me impressionou, e portanto quando começou o alarde da versão cinematográfica, nem me empolguei muito. Em parte porque o Zack Snyder me decepcionou em "300", outra adaptação de uma HQ que adorei, e em parte porque vi que tinham escalado o Matthew Goode pro papel de Ozymandias. Por mais que eu adore o Goode (assisti ao dispensável "Brideshead Revisited" SÓ por causa dele), ele não tem o porte e aparência perfeitos do personagem, que é crucial pra trama. Tá, ele é alto e lindo, mas não do tipo certo. Enfim. Daí resolvi esperar quietinha, sem fazer expectativas. E sem ler nada mais sobre a produção, como sempre faço.

O Snyder tem um poder inacreditável de tirar o máximo da parte visual (como em "300"). A sequência inicial de créditos é lindíssima, o que me animou depois da primeira cena, da morte do Comedian. Essa resumiu o meu medo, o de que a tentativa de reproduzir fielmente os quadrinhos travasse o ritmo da coisa. Mas não, ficou bacana. Boas caracterizações, cinematografia bonita, roteiro até bem fluido, se a gente levar em conta os milhões de fragmentos pra conseguir contar a backstory de todos. Mas faltou muita coisa, claro. De fato, o Matthew Goode não foi a melhor escolha pro Ozymandias, mas o roteiro também o deixou muito insosso, flat. Em compensação, AMEI terem escalado o Jackie Earl Haley (que achei incrível em "Little Children") pra Rorschach, e o Dr. Manhattan do Billy Crudup ficou muito, muito bom. Como são os personagens mais complexos (e os mais importantes), acertar neles foi fundamental pro resultado final ser positivo.

A alteração do final até que não foi tão criminosa, como eu tinha ouvido falar. Pra quem não conhece o original, não vai fazer diferença alguma, porque de qualquer jeito permanece a idéia. Mas será que alguém que não leu a HQ deve assistir ao filme? Porque eu imagino que sem alguns subtextos que sumiram na adaptação, perde-se um pouco da força do argumento. Pode-se facilmente achar que são todos uns neuróticos fantasiados (sendo que acho justamente o ridículo exagerado dos uniformes um detalhe sarcástico genial) e só, quando na verdade o foco é a questão do poder e da natureza humana. As cenas de ação não têm importância em si - tanto é que são rápidas. Como todo mundo já deve ter entendido, não é um filme de super-heróis comum.



(e outro detalhe bacana : a foto dos Minutemen foi tirada pelo Weegee, na história. Não lembro se isso está no livro, mas achei foda)

3 comments:

Cris A. said...

O que eu estou achando estranho é a repercussão magrinha que está tendo por aqui O_o Talvez não esteja prestando atenção, mas pensei que teria mais gente dando atenção.

Estou bem ansiosa para ver, ele realmente parece mesmo ser diferente.

DaniCast said...

Acho que você está sendo generosa. Só o trailer já me deu vontade de não ir assistir. Dr Manhatan está terrível, é meu personagem favorito. E parece que eles perderam a aura de ironia e de outsider que o quadrinho tem.

Sandro Cavallote said...

Watchmen é um filme espetacular, mas seu maior mérito é causar curiosidade de se ler a HQ... :)

(que blog legal o seu. Favoritei-o-o)