July 22, 2009

Encontrei e assisti de novo a um dos filmes que marcou minha infância/adolescência. Lembro que achava "Sybil" aterrorizante e intrigante ao mesmo tempo, e talvez naquela época eu nem tenha entendido tudo por que ela passou e que acabou causando a dissociação de personalidades. As cenas dela sendo pendurada num gancho pela mãe (ops, spoiler) me assombraram por um bom tempo, assim como as outras crueldades de que ela foi vítima quando criança. Depois, achei o livro da Flora Rheta Schreiber e li inteiro mais de uma vez. Não sei se o que me fascinava mais era o lance das personalidades múltiplas ou como cada uma delas se manifestava. Era arrepiante, especialmente os desenhos feitos por elas.
Assistindo de novo agora, várias décadas depois, tenho que dizer que não consegui despregar o olho da tela, mesmo conhecendo a história de trás pra frente. Bom trabalho de atuação? Achei, pra falar a verdade.

Mas agora, o mais curioso foi notar como ver cenas da NY da década de 70 me dá apertos no coração. Como se fossem saudades, ou um sentimento de dor por não poder voltar àquela época. Eu estive lá em 77, com seis anos, e isso me causou uma impressão tão forte - as roupas, as calçadas, as cores, o cheiro do ar - que é a única época que me dá pontadas de angústia de querer voltar. Sério, vocês não imaginam.

I know, sounds insane. Enfim, combina com o post.

4 comments:

Cris A. said...

Sally Field está tão diferente O.o Nunca tinha ouvido falar! E se marcou tanto assim é porque deve ser bom mesmo, fiquei com vontade de ver. Vou dar um pula na 2001 amanhã, devo achar.

Ah, pensei que você não se lembrasse da viagem... Menos mal! E relaxe, não é só você que quer voltar pra NY em 77. =P

(Vi Downtown 81! Achei mais ou menos como filme; legais são as locações mesmo.)

Annix said...

na verdade marcou mais pelo clima TENSO do que pela qualidade do filme, que era produção pra TV mesmo. E eu sempre tive um penchant por pessoas desajustadas mesmo, né...

Eu lembro de certas coisas nos EUA muito bem - são flashes de memória, e acho que essas coisas definiram muitos dos meus gostos desde então...

E Downtown 81 te recomendei por isso mesmo - pq na verdade é mais um exercício self-indulgent do povo da época ;)

Luis D said...

Anninha, valeu a dica! Gostei bastante do filme.

Alias, parabens pelo seu aniversario, que por acaso e' HOJE!

Bjos,
Lu

Annix said...

Nossa, Lu - vc nunca assistiu a isso numa sessão coruja (ou sei lá quando passava?) Obrigada!