October 09, 2010

Não achei "The Runaways" tããão ruim quanto disseram. É confuso e fraco, mas eu não resisto a garotas no rock...

"Going the Distance" é engraçadinho e bem assistível. Achei no começo que fosse ser irritantemente pretensioso, mas se era essa a intenção, falhou. Drew e Justin são fofos o suficiente pra reverter quaisquer aspirações a mala.

"Shanghai", confesso, assisti só por causa do John Cusack (novidaaade). E teve o Ken Watanabe de bônus. Mas é um filme bem esquecível. Assim como "Hot Tub Time Machine". Ah, as coisas que a gente faz por amor.

Depois de "The Happening", jurei nunca mais assistir a nada que tivesse o dedo do Shyamalão. Mas não resisti a "Devil", e curti. Tudo bem, já descobri quem era o Diabo nos primeiros 5 minutos do filme, mas o suspense foi bem desenvolvido. Ainda há esperança.

"The American" foi chatíssimo. Me lembrou "The Limits Of Control" do Jarmusch, mas sem a proposta fabulesca e sem charme. Fotógrafo como diretor nem sempre funciona.

"After Life" é muito ruim, esqueçam. E "Splice", pior ainda. Pena, eu tinha fé nesses dois.

"Crime d'Amour" , último filme do Alain Corneau, é um bom jogo de gato-e-rato entre as lindas Ludivine Sagnier e Kristin Scott-Thomas. Não é filmããão, mas certamente melhor que "Splice".

3 comments:

Galaxy Of Emptiness said...

Você já viu Mademoiselle Chambon? Enredo batidão, mas é tão lindo...

Annix said...

Ainda não vi (tenho óóódeo da Sandrine Kiberlain pq ela é casada - ou era, sei lá - com o Vincent Lindon, hehe). Vou catar o filme por aí.

Gal said...

Pois é... Eu vi HOT TUB TIME MACHINE... As coisas que eu faço por amor...
:-)

Beijos