March 19, 2006

Ando estocando filmes coreanos pra minha tese, e assisti a dois deles estes dias. O primeiro foi "Samaritan Girl", do Kim Ki-duk - que, como sempre, consegue fazer de um apanhado de simbolismos um filme inquietante e reflexivo. Usei um trecho na aula de Fictional Events como exemplo de cena que necessita de um cultural background específico pra ser entendida - porque afinal muito do comportamento dos personagens é extremamente coreano. A ponto de, ao ver a reação do pai da menina, pensar que meu pai faria o mesmo, por mais chocante que pareça. Lindo, lindo.
O outro foi o famoso "My Sassy Girl", que pelo jeito foi um grande hit nas bilheterias coreanas. Também, uma comédia romântica com uma heroína não muito convencional (para os padrões asiáticos - e, putz, eu sou desse jeito às vezes) não deixa de ser uma delícia. O filme muda radicalmente de ritmo na divisão de partes, passando a ser quase um melodrama, mas faz parte do charme.

2 comments:

Gal said...

Estão na minha lista. Afinal, nada como um bom filme sul-coreano. Beijos e namarië.

bossa nova said...

Engraçada essa trama www. Caí aqui porque eu estava procurando no Google a chefe do restaurante do Instituto Tomie Otahke e acabei me deixando levar pelos seus posts... Fiquei curiosa, o que você está estudando aí na Holanda?