June 06, 2008

A Jamie Babbitt me ganhou no ótimo "But I'm a Cheerleader", do qual já falei aqui. Obviamente, estava esperando ansiosamente o "Itty Bitty Titty Committee", cujo elenco é uma espécie de lesbian all-stars: Guinevere Turner, Daniela Sea, Jenny Shimizu, Clea DuVall, Melanie Lynskey. Estrelado por Melonie Diaz, de "Be Kind, Rewind", "IBTC" acaba sendo mais fraco, infelizmente. Senti que rolou uma certa vontade de satirizar, como no anterior, mas me pareceu indeciso.

Anna trabalha numa clínica de cirurgia plástica, acabou de levar um pé na bunda da namorada e está naquela fase de ter de decidir o que fazer depois de terminar o colégio. Seu destino muda assim que conhece Sadie, que pertence a um grupo feminista radical, o Clits in Action - C(i)A. Descobre então um propósito na vida! Conscientizar o mundo do sexismo, do machismo, dos padrões sociais e estéticos impostos num mundo onde mulheres se mutilam em nome da beleza. Af. O grupo invade manifestações, pratica pequenos atos de terrorismo sócio-cultural, mas decide que precisa de um pouco mais de visibilidade. Aí...

Enfim, é uma comedinha romântica sem muito humor, sem muito brilho e sem muito romance, pra falar a verdade. E sem muito sentido. Mas tem momentos fofos, e algumas personagens são cativantes, gostaria de ter visto um desenvolvimento maior delas, especialmente da Aggie, que eu jurei no começo que era a JD Samson, do Le Tigre. A idéia é ótima, mas acabou virando um grande clipe riot grrrl. Não é ruim, mas também não é memorável.

1 comment:

Andréa N. said...

"But I'm a Cheerleader" é ótimo mesmo. Clássico.