November 23, 2008

Acabei de ver o único filme ruim do Kevin Smith, "Jersey Girl". Porque não basta colocar o Ben Affleck num filme - precisava também enfiar a J-Lo, uma menina bocuda mala, aquela mulher dele que é péssima atriz e uma boa pazada de clichês por cima pra completar. Claro, ele deixou escapar alguns ótimos diálogos aqui e ali, mas eles não resistiram ao massacre daquele personagem incompreensível da Liv Tyler e a uma canção inteira do musical "Sweeney Todd" encenada pelo elenco principal (why, oh why?). Enquanto isso, o Jason Lee e o Matt Damon ganharam uma pontinha de dois minutos.

*sigh* Ainda bem que o George Carlin estava vivo ainda.

2 comments:

Denise Arcoverde said...

hahahaha... concordo completamente com você, eu gosto do Kevim Smith e esse filme é tão ruim que não aguentei mais que alguns minutos. Desnecessário dizer que odeio os casal "benlo"!

Raphael said...

Acho o George Carlin muito parecido com um pastor do ateísmo. Gosto de algumas coisas, mas acho que catequizar sempre é ruim.