November 17, 2008

Voltando à programação normal : CACETA, o mundo seria um lugar um pouco pior se os irmãos Coen não existissem, hein? "Burn After Reading" funciona tão bem em todos os níveis, com uma fórmula tão simples que a gente se pergunta por que ainda existem filmes ruins.

É o não se levar a sério aplicado em tudo - na escolha do elenco, nos personagens escritos pra cada ator, no roteiro rocambolesco, no chefe da CIA mais genial da história do cinema, e acima de tudo, nesse pôster incrível inspirado em Saul Bass. Simples, mas não fácil.

4 comments:

João said...

Eu colecionava aquelas miniaturas de cartazes de filmes que vinham na revista SET, sempre ficava contando quantos filmes já tinha visto da lista. Este cartaz de imediato me transportou para a coleção. Gosto muito dos irmãos Coen, e sempre me pergunto, onde os caras conseguem dinheiro para fazer os filmes. A impressão que tenho é que apesar de serem filmes fantásticos, não agradam o grande público, mas acho que é nesta idéia de personalização do filme, onde só “nós” gostamos e entendemos é que está o segredo.

Mike Ribera said...

Verei quinta aqui no telão giga do Claro Cine / ex-Vivo Open Air. espero que não chova que nem ontem...

ale said...

Puxa, depois de ler esse post fiquei desesperadamente a fim de assistir!!

Beth Blue said...

Eu também adorei o filme. Esses caras sabem mesmo fazer cinema, né?