December 10, 2008

Fui ver "Pride and Glory" só por causa do Edward Norton. E porque o trailer pareceu interessante. Quando consegui me concentrar no filme (depois de mudar de lugar, porque no começo BROTOU um sujeito na cadeira do meu lado perguntando se a minha pipoca estava boa. Medo), achei bem bom. Ainda acho o Colin Farrell inexpressivo, mas ele encontrou o nicho em que ele se dá bem : sujeito simpático, moral duvidosa ("In Bruges", "Cassandra's Dream", "Miami Vice", and the list goes on) - e de qualquer jeito o personagem dele é meio bidimensional mesmo. O resto da família é bem melhor desenvolvido (o suficiente pra um drama policial, pelo menos) e prende um pouco mais o espectador. Tem uns buraquinhos de roteiro, mas é nessas horas em que entra a suspension of disbelief. A história tem de andar, afinal. E anda bem, no final das contas, quando engata : tem drama, tem violência e algumas questões interessantes de moral e ética. Não vai mudar a vida de ninguém, mas entreter por duas horas, sim.

2 comments:

Gal said...

Ele perguntou sobre a pipoca??? Really??? Esse não sabe puxar assunto mesmo!
Tô animada para ver esse filme. Ia passar IN BRUGES por aqui, mas a cópia não chegou.:-(

Beijos e namarië

ale said...

Hummm....fiquei a fim de ver, também gosto muito do E. Norton. Tenho a nítida impressão de que já vi esse título em outro(s) filme(s).