February 14, 2009

Uh, esqueci de falar sobre "JCVD". Como alguém que sempre evitou filmes de pancadaria (bicho, tentei. Não dá, morro de tédio), tenho certeza de que perdi algumas piadinhas internas e referências. Mas e daí? O que importa é que Jean-Claude Van Damme fazendo troça de si próprio é inesperado e imperdível, mesmo que seja o único filme dele que você veja na vida. Bom roteiro, humor estranho e - sim! - boas atuações. Não é uma produção facilmente classificável : ficção com personagem real, mas que na verdade é um personagem? Quase-biografia-ficcionalizada? Being John Malkovitch? Sei lá, mas é uma boa surpresa.

1 comment:

Gal said...

Anna,
Teu blog foi o primeiro lugar onde eu li sobre IN BRUGES. Valeu pela dica.
Sim, eu acho que vou em Bruges mais cedo que tinha imaginado! Tomara que dê certo! (Se der, vou te avisar.)
:-)))

Beijos e namarië

P.S.: Eu quero ver JCVD. Um amigo tinha me mostrado o trailer. Achei bem interessante.