February 27, 2007

Na segunda-feira, depois de um ótimo full English breakfast no The Swan (lovely grub, nice service), fomos até Camden Town. Que é um lugar muuuito melhor de se explorar fora dos finais de semana, quando fica intransitável (como todo mercado que se preze). É meio decadente e muito turistão, mas como minha irmã não conhecia, acabamos indo lá (next time, East End).

Depois de comprar roupinhas lindas de uma bicha japonesa l-o-k-a e um exfoliante de sal do Mar Morto inacreditável de uma israelense que sabe vender, paramos pra um café com o Francesco, uma criatura totalmente italiana que se mudou da Holanda pra Inglaterra on a whim, hahaha. Impagável.

Fomos de lá para a Harrod's, ver o tão falado Food Hall. Erm, achei o da KaDeWe em Berlim cinquenta vezes melhor e mais variado, mas entendo o hype. Loja da Ladurée ao lado de um quiosque Krispy Kreme, hahaha. Achei a seção de vinhos e champagne fraquinha.

Minha amiga Aline me ligou e marcamos no Imli, ali na Wardour St. Conceito interessante, tapas indianas. Pequenas porções pra serem divididas, ótimas bebidas, ambiente hip e...claro, um garçom brasileiro. Hee hee.
Depois, fomos dar uma volta no quarteirão e checar as pâtisseries do Yauatcha, que a TimeOut escolheu como "melhor dim sum" da cidade. Hm, me pareceu apenas mais um desses chineses modernos na linha do Ping Pong, mas os doces da casa de chá pareciam bem executados e com sabores criativos. De repente pra uma próxima.

*Eu realmente prefiro lugares mais autênticos e menos trendy. E daí que a decoração foi feita pelo Christian Liaigre e os uniformes desenhados pelo criador dos figurinos do "Crouching Tiger, Hidden Dragon" (! ! !)?...

Pegamos o ônibus na Regent St. and called it a night.

2 comments:

Beth Pinheiro said...

falar em casa de chá, a Patisserie Valerie no Covent Garden ainda existe? não sei se você conhece mas é imperdível!

annix said...

Existe sim! é um marco praticamente, hahahaha