July 08, 2009

Ok, eu sei que o título é "Coco AVANT Chanel". Mas achei o período que o filme cobre tão pequeno que saí meio insatisfeita. Claro, na cola do magnífico "La Môme", a idéia é mostrar as origens de uma mulher de personalidade forte e tenaz, que da origem mais que humilde escalou até o topo da cadeia alimentar criando uma marca icônica. Até aí, tudo bem - era a idéia que eu tinha dela mesmo. O que eu não esperava, contudo, era ver uma mulher tão...dependente de seus parceiros. Certo, no começo do século XX era outra história - e no final das contas, eles se dobraram ao seu jeito. Mas enfim. O filme é sobre uma mulher forte, ousada, apaixonada e desiludida. Se algum desses fatores levou ao sucesso da Maison Chanel, fica subentendido. Porque, afinal, o fim da história todo mundo conhece.

A Audrey Tautou fez um bom trabalho até, exibindo o ar cansado e matter-of-factly da personagem principal, e o Benoît Poelvoorde é cativante como sempre (bicho, como ele envelheceu). Mas o que vai fazer as moçoilas darem pulinhos na cadeira é o Alessandro Nivola, mais gato que nunca. É só olhar essa foto daí de cima e ouvir o sotaque fofo. Mata.

2 comments:

Gal said...

OK, imaginei o sotaque!
Quero muito ver o filme.

Beijos.

Cris A. said...

Ah, que pena; a expectativa pra esse filme estava até que bem grande.

Bom, pelo menos agora se eu não gostar não vou ficar muito decepcionada, ha.